Louco por ti
Zé gosta e procura compreender o que se vai passando consigo. Foi isso que o levou, a partir de certa altura, a escrever o que sentia por ela, como via a relação que mantinham e o que desejava dela.
25
Jan 06

Terralva, 25 de Janeiro

Aqui volto novamente a escrever-te e a interrogar-me porque o faço, para quem o faço.
Faço-o porque sinto necessidade de expressar o que sinto, para que tenha possibilidade de racionalizar os meus sentimentos, para ti, que te amo perdidamente.
Cheguei agora de viagem, a casa. No caminho, reparei, às tantas, que vinha a cento e sessenta quilómetros à hora. Reflecti um pouco e abrandei. Percebi que o estava a fazer não por ter pressa mas porque a vida para mim, neste momento, não faz muito sentido. Pela mesma razão não sinto necessidade de ter cuidado com o que como e bebo, mesmo sabendo que me faz mal. Apesar de tudo isso, abrandei.
Fui, a correr, transmitir a um amigo uma notícia desagradável de que tive conhecimento. Soube que lhe pretendem fazer uma canalhice. Não resisti, tive de lhe ir falar, pô-lo ao corrente do que estão a preparar para lhe fazer.
Há dias, encontrei um amigo que me contou que a filha e outros colegas , tendo sentido que estavam a ser tratados injustamente por uma entidade socio-religiosa, foram falar com o bispo, e este, ouvindo o relato dos jovens, tê-los-á aconselhado a sujeitarem-se ao que o responsável por aquela entidade pretendia, dizendo-lhes que os alentejanos dão muita importância à dignidade, mas que ele, não sendo alentejano, prefere viver a manter a dignidade.
Isto revolta-me! A canalhice e a falta de dignidade, venham elas de onde vierem. É uma vergonha!
Estou dormente, sem rumo, mas hipersensível, com um sentido agudo de justiça e de dignidade.
Custa-me acomodar perante a tua decisão de pôr fim à nossa relação pelas razões que invocaste. Apetece-me ir à luta, demonstrar-te que estás errada, que o caminho não é esse. Mas o respeito por ti, pelas tuas opiniões e decisões travam-me.
Quero-te! Mas quero-te de corpo inteiro e de alma aberta. Não te quero condicionada. Tenho um enorme respeito pelos outros, e por ti em especial, e isso obriga-me a respeitar a tua vontade por mais errada que a considere. Tenho um elevado nível de dignidade e isso impede-me de me ajoelhar e pedir-te que reconsideres.
Desculpa a baralhada. É o reflexo do meu estado de espírito. Mas isto entra nos eixos. A bem ou a mal, ou seja, ou voltas atrás na tua decisão, a tempo, de podermos retomar e fruir tudo o que a nossa relação nos pode proporcionar, ou manténs a tua decisão e terei de reaprender a viver, ou melhor dizendo, a sobreviver sem ti.
Quem me dera que preenchesses o buraco que abriste no meu coração! Tenho tanto para te dar, quero dar-te tanto! Sou teu! Até sempre.
publicado por jmartinsdocabo às 23:01
Deverias dar-lhe espaço...deixa-a voar...como diz a minha amiga Deep parafraseando Pessoa : "tudo a seu tempo tem seu tempo"!. beijinhosgala
(http://trocadeolhares.blogs.sapo.pt)
(mailto:gala.trocadeolhares@gmail.com)
Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 19:52
olá,aqui estou eu de novo...
fico feliz por ainda aqui vires desabafar, alegrias, tristezas, amores, desamores(quem não passa por isso?)...
é bom deitar cá para fora, o que sentimos, nem que seja para o papel, porque nos dá um certo, penso eu de quê, alivio perante o que nos vai na alma...mas se desabafares com quem amas o que te vai na alma, acho que devias faze-lo,ela ate pode nem saber o que se passa com tuas duvidas e ate que as tens...fala com ela...ela acho que vai gostar...ou mesmo a certeza do teu amor,nao te canses de dizer que a amas...acho eu,que nunca é demais...
se eu soubesse que o teu amor é mesmo correspondido, mas que ao mesmo tempo ela pode estar a precisar de tempo, eu lutava ate ao fim dos meus dias, so se realmente o nao dela, fosse redundante, isto é ,não houvesse mesmo volta,aí tinha que pensar e repensar duas vezes, mas mesmo assim não desistia seja qual for os argumentos da tua amada, ela pode estar a fugir dela mesma e não de ti, não que esteja em duvida,no amor não ha duvidas, talvez sim na paixao ou desejo...eu tb so vejo a tua perspectiva, nao vejo a dela, mas confio nas tuas palavras e basta o amor que sentes por ela...luta...luta ate perderes a força...o amor e a amizade é uma luta constante...eu tb amo, ele diz que nao me ama, mas nao deixo de o dizer e lutar por ele todos os dias e respeitar ate sua liberdade...força...luta com todo o teu ser, amar e um lindo sentimento, é dar e receber, mesmo que recebamos pouco, dar e uma dadiva, continua a dar...que bom que estas aí para te ler...o blog deve estar inactivo ou pelo menos desisti de lá ir...um beijo grande e força, luta por ela...eu venho cá todos os dias á espera do teu amor por...ela...))luadoceu
(http://mundodosonhos.blogs.sapo.pt)
(mailto:perolabranca@portugalmail.pt)
Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 23:22
Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
16
17
18
20
22
26
28
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Eu te louvarei, de todo o meu coraçã...
Minha familia. javito, Duvanito, Jõao, Luis...
Mãe eu te amo muito eu nunca disinsto na tu...
O que qui você esperar. você é ...
Eu quero namorar com tigo. é porque tua bel...
gostei bue, muito original
gostei bue, muito original
ha se tas assim tao apaixonado pede-lhe em namoro ...
Essa vida é realmente muito difícil... e parecer e...
Desencana, Véio. desencana. Bom é sexo. Porra de s...
blogs SAPO