Louco por ti
Zé gosta e procura compreender o que se vai passando consigo. Foi isso que o levou, a partir de certa altura, a escrever o que sentia por ela, como via a relação que mantinham e o que desejava dela.
19
Abr 06

Terramar, 19 de Abril

Percebo quando dizes que não devemos deixar escapar as oportunidades, quando elas nos surgem.
Percebo quando dizes que é tão difícil encontrar alguém em sintonia connosco, e que por isso devemos dar importância quando tal acontece. Percebo quando dizes que devemos agarrar os momentos que nos fazem sentir felizes, que nos fazem sentir vivos, que valem a pena.
Por estranho que te possa parecer eu sei do que falas.
Eu sinto o mesmo que tu. Falta-me é esse teu entusiasmo, essa iniciativa ou essa perseverança que tu tens.
Talvez seja a falta de vontade em investir. Talvez seja o medo de falhar. Talvez seja um certo pessimismo ao encarar as situações.
Será concerteza uma certa desilusão em relação às vivências que se vão tendo. Será concerteza um certo sentimento de vazio em relação à procura que vinha encetando.
Foi tudo isto que um dia me fez querer um filho. Foi pensar que um filho me traria tudo o que ainda não tive e tanto almejo, que não é mais do que uma simples troca de amor. Um amor incondicional e livre.
É por isso que, por muito que me digam, como também tu já fizeste, eu não me arrependo de estar à espera de um filho.
Mesmo com o cenário difícil que se tem gerado e que continua a ser o menos propício para o momento que estou a atravessar.
No entanto, tenho estado a fechar-me quando toca a relação homem - mulher. E não é um filho que a pode e deve colmatar.
Estou a ser incompleta e, ao mesmo tempo, auto-suficiente, constantemente a alimentar o meu amor-próprio, a minha auto-estima.
Tu és o único que me mostras o teu amor incondicional. Tens respeitado, tens apoiado, tens sofrido... Tens estado mais perto de mim do que pensas.
Ainda bem que existes, ainda bem que te encontrei.
Tu e o filho que trago dentro de mim são as pessoas que me fazem acreditar.
Talvez precise de ti, tanto como dele. Talvez precise do vosso amor para sair da minha casca, para deixar de me proteger como o ouriço.
Oxalá eu caminhe nessa direcção.
Um beijo grande.
Maria
publicado por jmartinsdocabo às 19:27
Gostei de ler esta carta. Parece-me ke as ideias estao claras. não tenhas medo, a vida é muito curta.
não tenhas medo, lembra-te ke tens alguém ke te ama incondicionalmente...e cresce dentro de ti alguém a kem já amas dessa forma, por kem farias tudo.
pensa como é bonito esse sentimento, entrega-te, arrisca...deixa-te amar. só assim a vida vale a pena.

Felicidades
Gala a 26 de Abril de 2006 às 01:30
concordo c a resposta do colega em cima,plenamente,o facto de gerar um filho,acto e fruto de amor,não é impeditivo de amar outra pessoa sem ser o pai do filho da criança,amor é livre arbitrio em tudo na vida.
so discordo de algo, peço desculpas, mas tenho de o dizer,não devo faze-lo, mas visto ter vindo participar, ninguem me impedir ou me apagar,pois acho que nao ofendo ninguem,pensei, repensei,mas vou dize-lo.
Não concordo q a tua resposta tenha sido no blog do pp,apesar de seres seu amor,de terem confiança um no outro e um com o outro,ao ponto de estares aqui a falar dos teus sentimentos(tb foi acto de corage),mas sendo assim,acho que o factor surpresa em termos de leitura ao pp,penso eu,muito melhor,pq para estares aqui já se falaram os dois em privado,pois suponho q sem autorizaçao do pp,n podes escrever aqui,acho eu.Ninguem tem acesso ao meu blog excepto eu mesma,nem minha familia,amigos ou algum namorado que possa ter.
o facto da tua situação especial ser diferente,não impede de amar e seres amada,se ele te ama ao ponto de escrever seu sentimento em publico e quem sabe dize lo em privado.
mas nao tenho nada c isso,a vida e blog é do pp,mas esta resposta devia ter sido c as nossas,c a que escrveo aqui.
não participo mais,desculpem,mas desiludiu-me um pouco.mas quem sou eu que nada tenho c isso....
Luadoceu a 26 de Abril de 2006 às 18:15
Foi das coisas que li neste teu cantinho, que mais me tocou... jks
MalucaResponsavel a 30 de Abril de 2006 às 23:29
Abril 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Eu te louvarei, de todo o meu coraçã...
Minha familia. javito, Duvanito, Jõao, Luis...
Mãe eu te amo muito eu nunca disinsto na tu...
O que qui você esperar. você é ...
Eu quero namorar com tigo. é porque tua bel...
gostei bue, muito original
gostei bue, muito original
ha se tas assim tao apaixonado pede-lhe em namoro ...
Essa vida é realmente muito difícil... e parecer e...
Desencana, Véio. desencana. Bom é sexo. Porra de s...
blogs SAPO